fbpx

Apostar na teleinterconsulta é qualificar a assistência médica por meio da atuação interdisciplinar, sempre em busca do diagnóstico mais assertivo dos pacientes. Essa modalidade da telemedicina tem se tornado realidade nas clínicas em todo o país.

A teleinterconsulta consiste na interação entre médicos, a fim de trocar informações, e, juntos, decidirem o melhor diagnóstico e tratamento para os pacientes. Esse compartilhamento entre especialistas diminui erros e aumenta a excelência nos atendimentos. 

Confira, ao longo deste conteúdo, informações sobre essa tecnologia e a implemente na sua clínica hoje mesmo. Boa leitura!

O que é a teleinterconsulta?

Também conhecida como interconsulta, trata-se da troca de informações entre profissionais de saúde, a fim de melhorar o atendimento ao paciente. Com ela, é possível promover assistência médica de qualidade mesmo a distância.

Nessa tecnologia, diagnósticos e tratamentos são mais assertivos, fazendo com que especialistas de diversas áreas conversem e encontrem o melhor método para cuidar da saúde em questão.

A prática vem se consolidando no Brasil desde 2019, com base na Resolução nº 2.227/18 do Conselho Federal de Medicina (CFM). O objetivo dessa Resolução é o atendimento via telemedicina, no qual os médicos podem realizar consultas e até cirurgias de maneira remota, assim como emissão de laudos a distância.

Conheça a origem da teleinterconsulta

Na década de 1980, o termo interconsulta passou a ganhar destaque por conta da chegada da psiquiatria nos hospitais gerais, fazendo com que o recurso ocorresse de maneira interna, ajudando nas intervenções profissionais desse campo de atuação.

De modo geral, ela surgiu com a ideia de expandir o conhecimento psiquiátrico para as demais áreas da Medicina. Isso fez com que o tratamento dos pacientes fosse mais completo, possibilitando um trabalho em equipe, unindo clínica médica e psiquiatria.

Entenda como funciona a teleinterconsulta

A teleinterconsulta é exclusivamente voltada aos profissionais da saúde, para que seja possível a troca de informações na busca dos diagnósticos. 

De maneira online, os médicos se comunicam sempre que precisam de segundas opiniões sobre um determinado paciente. A teleinterconsulta pode ser solicitada também pelos casos a seguir:

  • médico titular em busca de apoio de um especialista;
  • especialistas das mesmas ou de diferentes áreas que buscam auxílio ou informações;
  • situações consideradas de emergência.

Por se tratar de um diagnóstico ou tratamento com contribuições, a responsabilidade do tratamento é do médico do paciente. Os demais profissionais responderão de maneira solidária e de acordo com a proporção em que contribuíram durante o tratamento, conforme artigo 6º da Resolução nº 2.227/18 do CFM. 

Quero apostar na teleinterconsulta, como devo fazer?

O primeiro passo é já estar familiarizado com a telemedicina, o que inclui uma boa conexão com a internet e softwares ou aplicativos que permitam realizar essa troca de informações em tempo real, sem que ocorram problemas, como travamentos ou perdas de conexão.

Com os sistemas em ordem, é hora do funcionamento. Através de uma chamada virtual, o médico responsável pelo paciente aciona o especialista para o atendimento em conjunto, sem que exista a necessidade de deslocamento. Isso reduz tempo e agiliza o atendimento.

Os resultados positivos da teleinterconsulta são capazes de acelerar o processo, incluindo um novo formato de atendimento na sua clínica. Claro que os avanços tecnológicos da saúde não param por aí, e espera-se que, nos próximos anos, o uso da tecnologia seja ainda maior, incluindo o uso dos prontuários eletrônicos para proporcionar mais organização entre os atendimentos.

Benefícios de apostar na teleinterconsulta

Tornou-se cada vez mais comum o uso de tecnologia e dos atendimentos remotos pelos médicos. Essa praticidade possibilita atendimentos mais vantajosos para as clínicas, os profissionais de saúde e, principalmente, os pacientes. 

A ampliação do atendimento, redução de custo e otimização de tempo são alguns dos benefícios de apostar na teleinterconsulta. Outras vantagens podem ser notadas para alinhar ainda mais as práticas da medicina:

  • qualificação no atendimento ao paciente;
  • diagnósticos com melhores soluções durante os tratamentos;
  • oportunidades de aprendizagem proporcionadas aos profissionais;
  • troca de experiência que auxilia no desenvolvimento de novas competências.

Não existem dúvidas de que a teleinterconsulta é mais uma opção de atenção à saúde com foco em sua promoção e, consequentemente, em um melhor atendimento para a população.

O que achou do assunto? Não deixe de conferir nossos outros artigos e nos acompanhar no Facebook e Instagram!

ATENDIMENTO
4000-1691
WHATSAPP
(48) 99641-5711
E-MAIL
[email protected]
CENTRAL DE VENDAS