fbpx

Você sabia que existe um mês dedicado à promoção das campanhas de doação de sangue? A data é conhecida como Junho Vermelho, com destaque para 14 de junho, o Dia Mundial do Doador de Sangue. 

Este mês foi escolhido por ser aquele com maiores registros de quedas alarmantes nos estoques de bancos de sangue, sejam eles públicos ou privados. 

O Junho Vermelho visa reforçar ainda mais a importância da doação de sangue, mantendo os voluntários e atraindo novos. Quer saber mais sobre essa campanha de conscientização e homenagem aos doadores? Continue a leitura!

Conheça o Junho Vermelho

A chegada do frio faz com que os bancos de sangue apresentem baixas nos estoques. Tudo porque, com as quedas de temperaturas e o aumento das doenças respiratórias, muitas pessoas optam em sair menos de casa e ficarem menos expostas.

Por isso, em 2015, foi criado pelo Ministério da Saúde o Junho Vermelho, uma ação para incentivar a doação, mesmo em períodos mais frios. A data é comemorada todos os anos e visa conscientizar sobre o tema e homenagear os doadores de sangue. Em Santa Catarina, o governo regulamentou a Lei estadual nº 16.694/2015, que instituiu o Junho Vermelho no calendário, objetivando, principalmente, manter os estoques do Hemosc abastecidos.

Importância de doar sangue

O sangue nada mais é do que um tecido vivo que circula pelo nosso corpo, essencial para a vida. E, a todo o momento, doações são utilizadas em procedimentos e tratamentos médicos nos quais os pacientes necessitam de transfusões.

Ao doar sangue ao menos duas vezes por ano ou de acordo com o intervalo recomendado entre as doações, é possível fazer com que as instituições tenham hemocomponentes necessários para atender a toda população. Afinal, o sangue não tem substituto. 

Não se esqueça de algumas informações importantes:

  • A quantidade de sangue doada é reposta rapidamente pelo corpo.
  • Não é obrigatório doar sempre.
  • Todo o processo de doação acontece em ambiente limpo, seguro e com materiais descartáveis.
  • O doador passa por uma triagem pessoal para saber se está ou não capacitado para doar sangue.
  • A doação é totalmente gratuita e voluntária.

Aprenda a se preparar para doar sangue

A preparação para doar sangue é bem simples e muito segura. Podem fazer este gesto de solidariedade pessoas entre 16 e 69 anos, desde que estejam pesando mais de 50 kg. É necessário sempre apresentar um documento oficial com foto, lembrando que menores de 18 anos só conseguem doar com a autorização de um responsável.

Pessoas com febre, gripe ou resfriado, diarreia recente e mulheres grávidas ou no pós-parto não podem doar por um tempo determinado, tudo para garantir a saúde do doador e a do receptor e a qualidade do material doado.

A preparação deve seguir alguns passos:

  • Estar alimentado e evitar comidas gordurosas 3 horas antes da doação de sangue.
  • Se a doação for após o almoço, aguardar, no mínimo, 2 horas após se alimentar.
  • Ter uma noite de sono de, pelo menos, 6 horas nas últimas 24 horas.
  • Pessoas entre 60 e 69 anos só estão aptas se a primeira doação tiver sido realizada antes dos 60.
  • Não ter consumido bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas que antecedem a doação.
  • Homens podem doar, no máximo, quatro vezes ao ano, e as mulheres, três.
  • O intervalo entre as doações é de três meses para as mulheres e de dois para os homens.

A coleta é realizada por profissionais capacitados mediante supervisão de um médico ou enfermeiro. Todo o processo leva em média 55 minutos, e são retirados aproximadamente 450 ml de sangue, quantidade que o organismo repõe rapidamente.

Saiba como montar uma campanha de doação de sangue

Sabemos que os níveis de sangue dos bancos no Brasil são baixos em sua maioria. Com o frio, as quedas das doações aumentam ainda mais, deixando as instituições com estoque em nível crítico. Por esse motivo, é importante saber como promover campanhas efetivas de doações de sangue. 

Confira algumas dicas a seguir!

Aposte em canais de divulgação

A mensagem sobre a campanha deve ser transmitida de forma séria e objetiva, contendo todas as informações necessárias para aqueles que desejarem realizar as doações. Aposte nas mídias sociais e, principalmente, no enorme alcance da internet.

Tenha protocolos de segurança

Os protocolos de segurança são essenciais, pois sempre existem riscos de contaminação do material. Então, tenha muito cuidado com o manuseio do sangue, para que ele não perca a validade e precise ser descartado.

Utilize softwares de gestão

Os softwares são sistemas adequados com funções para melhor aproveitamento do sangue, garantindo boas gestões. Além disso, eles podem captar doadores e fazer agendamentos online, facilitando todo o processo.

Pronto! Agora você já sabe sobre o Junho Vermelho e a facilidade de doar sangue. Aproveite e agende a sua doação em um dos 27 hemocentros ou nos mais de 500 pontos de serviços de coleta existentes em todo o país. Procure o mais perto de você e faça este gesto de solidariedade pela vida!

ATENDIMENTO
4000-1691
WHATSAPP
(48) 99641-5711
E-MAIL
[email protected]
CENTRAL DE VENDAS