fbpx

Quem doa sangue sabe da importância dessa ação e também que deve existir um intervalo entre cada doação. Todos os anos, as campanhas reforçam a necessidade deste gesto como um ato de solidariedade e de equilíbrio dos bancos de sangue do sistema de saúde.

Temos, em média, cinco litros de sangue no corpo – um tecido vivo responsável por transportar nutrientes, e claro, colaborar para as defesas do organismo. Por isso, ele é tão importante para o ser humano e indispensável em cirurgias e demais procedimentos médicos. A sua falta faz com que os bancos de sangue e os receptores fiquem vulneráveis. 

Você quer fazer parte dessa corrente do bem? Então, atente-se aos intervalos entre as doações. Boa leitura!

Saiba por que existe um intervalo entre as doações de sangue

Doar sangue é muito importante, assim como respeitar o intervalo entre cada doação. Homens e mulheres devem cumprir prazos diferentes entre as doações devido à reposição dos estoques de ferro. Nas mulheres, ela demora mais por conta das perdas nos ciclos menstruais. Por isso, os períodos devem ser respeitados para o bem-estar e saúde do próprio doador.

Nas primeiras 24 horas após a doação, os plasmas já são repostos, enquanto os glóbulos vermelhos levam, em média, quatro semanas. Essa reposição pode ser “acelerada” com a ingestão de bastante líquido logo após a doação.

Quando o sangue é doado, é iniciado um processo de retirada de ferro da molécula reserva, a fim de fabricar mais glóbulos vermelhos. O sangue produz apenas a quantidade de sangue necessária para a reposição no organismo. Mas, para que o organismo atinja o nível de ferro de antes da doação, é necessário um intervalo mínimo de 40 dias para os homens e 50 dias para as mulheres.

Caso a doação seja de plaquetas por aférese, a reposição é mais rápida, e o intervalo é de apenas 48 horas, possibilitando que o doador repita a operação sem danos até 24 vezes ao ano.

Intervalo entre doações para mulheres

As mulheres devem esperar de 50 a 90 dias entre as doações de sangue, podendo fazê-las, no máximo, três vezes em um período de 12 meses.

Intervalo entre doações para homens

O intervalo para os homens é um pouco menor. As doações podem ser no período de 40 a 60 dias entre uma e outra, limitando a, no máximo, quatro doações por ano.

Quais são os impedimento para doar sangue?

Existem impedimentos definitivos e temporários para que aconteçam as doações de sangue. É preciso estar atento a eles, afinal, vidas podem estar em risco. 

A seguir, conheça quais são os impedimentos.

Impedimentos definitivos

  • Hepatite contraída após os 11 anos de idade.
  • Quadro de doenças transmissíveis pelo sangue (hepatite B e C, aids, doenças associadas ao vírus HTLV I e II e doença de Chagas).
  • Drogas ilícitas injetáveis.
  • Malária.

Impedimentos temporários

  • Gripe, resfriados ou febre (aguardar sete dias após o desaparecimento dos sintomas).
  • Período gestacional.
  • Pós-gravidez (o que inclui 90 dias para parto normal e 180 dias para cesariana).
  • Mulheres em período de amamentação (até 12 meses após o parto).
  • Ingestão de bebida alcoólica 12 horas antes da doação.
  • Extração dentária 72 horas antes da doação.
  • Transfusão de sangue dentro de um ano.
  • Vacinação.
  • Exames ou procedimentos endoscópicos nos últimos seis meses.

Saiba quais são os requisitos mínimos para doar sangue

Para doar sangue, basta ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg e se deslocar até o hemocentro da sua cidade munido de documento original com foto. Caso seja menor de 18 anos, é indispensável a posse de consentimento formal do responsável legal.

Ademais, se apresentar sintomas de febre, gripe, resfriado, diarreia recente ou for mulher grávida ou em pós-parto, deve-se respeitar o período de impedimento temporário para doações. 

Se a sua saúde estiver em dia, basta seguir esses requisitos:

  • Evitar alimentos gordurosos três horas antes da doação.
  • Estar bem alimentado.
  • Se for doar após o almoço, aguardar duas horas depois da refeição.
  • Dormir, no mínimo, seis horas no dia que antecede a doação.
  • Idosos de 60 a 69 anos só podem doar sangue se já tiverem feito alguma doação antes dos 60 anos.
  • Respeitar o intervalo de quatro doações por ano para os homens e de três doações ao ano para as mulheres.

Doei sangue uma vez, tenho que doar sempre?

Doar sangue uma vez não significa ter que doar sempre ou seguir à risca as quantidades anuais permitidas para doações de acordo com o sexo. O organismo não irá produzir mais sangue a ponto de obrigar você a doar sempre, e o corpo também não vai se viciar.

Mas lembre-se: as doações são voluntárias e servem para ajudar pacientes em situações adversas e salvar vidas!

Agora que você já sabe da importância de respeitar o intervalo entre as doações de sangue, que tal verificar se atende aos requisitos e procurar um hemocentro para realizar este gesto?

Para outros assuntos como este, continue acompanhando nosso blog!

ATENDIMENTO
4000-1691
WHATSAPP
(48) 99641-5711
E-MAIL
[email protected]
CENTRAL DE VENDAS