fbpx

A doação de sangue é um gesto de solidariedade, no qual o doador contribui com uma quantidade do próprio sangue para salvar vidas. Uma doação de sangue pode salvar até quatro pessoas.

O sangue é destinado àqueles que estão passando por tratamentos médicos de grande complexidade, como transplantes, procedimentos oncológicos ou  cirurgias, por exemplo.

O Ministério da Saúde reforça constantemente a importância dos brasileiros adotarem a solidariedade e realizarem doações regulares. O foco é fazer com que os estoques estejam sempre abastecidos durante todo o ano e não somente durante campanhas específicas.

Ficou interessado em fazer parte dessa corrente do bem, e quer saber como se cuidar após a doação de sangue? Então, acompanhe esse artigo até o final!

Requisitos para realizar uma doação de sangue

A doação de sangue é realizada de forma simples. É fundamental que a pessoa tenha idade entre 16 e 69 anos e pese mais de 50 kg. No caso de menores de idade, é imprescindível a presença de um acompanhante responsável. 

Alguns requisitos precisam ser levados em conta na hora da doação. Primeiramente o paciente deve estar com um bom estado de saúde. E ainda:

  • estar bem alimentado;
  • o banco de sangue deve estar preparado com hemocomponentes;
  • evitar alimentos gordurosos pelo menos 3 horas antes da doação;
  • deverá ter dormido, ao menos, 6 horas nas últimas 24 horas;
  • pessoas entre 60 e 69 anos só podem doar se já tiverem feito isso antes do 60 anos;
  • podem ser realizadas, no máximo, 4 doações de sangue por ano no caso dos homens e 3 no caso das mulheres;
  • é preciso respeitar um intervalo de dois meses entre os homens e três para as mulheres para novas doações.

Antes da doação, é feita uma triagem para verificar se o sangue pode ser aceito, de acordo com normas nacionais e internacionais. Após a coleta, a bolsa de sangue é separada em concentrado de hemácias, plaquetas e plasmas. Os componentes só são liberados para uso após o resultado do exame.

Não se preocupe, uma pessoa adulta tem, em média, 5 litros de sangue, e em cada doação o máximo retirado é de 450ml. 

Quais cuidados tomar após uma doação de sangue?

Por se tratar de um procedimento simples e seguro, os cuidados pós-doação servem para manter o bem estar do doador. Alguns deles são os seguintes:

  • permanecer no banco de sangue por, pelo menos, 15 minutos, e comer o lanche oferecido;
  • evitar esforço físicos com alta intensidade por, no mínimo, 12 horas;
  • ingerir bastante água, principalmente nas 4 horas após a doação;
  • evitar subidas pesadas. Esse cuidado previne sangramentos e potencializa a cicatrização do local onde a agulha foi colocada;
  • manter o curativo no local por no mínimo 4 horas;
  • se, após sair do banco de sangue, o doador sentir mal-estar, tontura, fraqueza ou sensação de desmaio, deve sentar-se e colocar a cabeça entre os joelhos. Se possível, deve deitar-se imediatamente no chão com as pernas para cima. Esses cuidados evitam quedas e aumentam a circulação do sangue para a cabeça, o que alivia os sintomas.

Mesmo que nenhum efeito colateral grave tenha sido detectado, é preciso ficar atento. Isso porque, se ocorrer febre, diarreia ou outro sintoma que caracteriza doença infecciosa em 7 dias após a doação, é indicado comunicar imediatamente o banco de sangue.

Quem não pode doar sangue?

Como dito anteriormente, é realizada uma triagem antes das doações. O rigor com essa etapa garante segurança e proteção para doador e receptor. 

Para doar sangue, basta procurar unidades aptas para coleta de sangue e checar os requisitos necessários. Existem ainda alguns impedimentos temporários e outros definitivos. Algumas causas podem deixar a pessoa inapta para a doação de sangue. Entenda:

  • pesar menos do que 50 kg;
  • estar com anemia;
  • apresentar hipertensão ou hipotensão no momento da doação;
  • batimentos cardíacos acelerados ou diminuídos durante a doação;
  • apresentar febre;
  • mulheres grávidas;
  • mulheres no período de amamentação com menos de 12 meses do parto.

Doadores que usam medicamentos constantes precisam de uma análise do caso. Portanto, procure um serviço de hemoterapia e informe os medicamentos em uso durante a triagem.

Fique atento às restrições antes de realizar a doação. Agora, se você estiver apto, basta se dirigir até um hemocentro. Doar sangue é seguro e não apresenta risco de contaminação, pois os materiais são totalmente descartáveis e de uso único.

O procedimento leva, em média, 40 minutos, e proporciona benefícios satisfatórios para o doador e receptor. 

Gostou do conteúdo e quer saber mais sobre doação de sangue? Então, comece a acompanhar agora mesmo nosso instagram e facebook, e fique por dentro de todas as novidades que postamos por lá! 

ATENDIMENTO
4000-1691
WHATSAPP
(48) 99641-5711
E-MAIL
comercial@tdsa.com.br
CENTRAL DE VENDAS