fbpx
Central de Vendas 4000-1691 comercial@tdsa.com.br
Chamar no WhatsApp

Um banco de sangue de Cordão Umbilical é um local que faz a coleta de sangue do cordão umbilical, como o nome já indica. Essa é uma prática muito interessante, pois é uma das maneiras de recolher determinadas células importantes para o transplante de medula óssea. Essas células (conhecidas como células-tronco) são importantes para pacientes com leucemias, linfomas, anemias, mielomas, hemoglobinopatias e várias outras doenças (são 70 aplicações!).

No entanto, não basta achar que é possível trabalhar com o sangue do cordão umbilical da mesma maneira que se trabalha com a doação de sangue “normal”, por assim dizer. É necessário ter alguns cuidados básicos nesse processo, desde a coleta até o processamento do material levantado, tudo seguindo as principais normas de saúde, higiene e organização.

Quer saber quais são os cuidados de controle em um banco de sangue de cordão umbilical? Então, siga a leitura do artigo abaixo!

3 cuidados de controle em um banco de sangue de cordão umbilical

1. Adotar uma rotina pré-coleta

Antes da coleta, é importante que o banco de sangue e os seus colaboradores tenham alguns cuidados específicos. A ideia é formar uma rotina de pré-coleta para garantir que tudo sairá bem, inclusive quanto à saúde do doador, qualidade do material coletado e organização interna do trabalho.

O primeiro cuidado deve ser ter acesso aos dados das candidatas à doação e, então, analisar o histórico das pessoas para ver se existem intercorrências que desqualifiquem a doação. Em seguida, é importante que seja avaliada a condição fisiológica e emocional da candidata antes de uma abordagem de consulta e obtenção de assinatura.

O próximo passo é a equipe do banco de sangue preparar todos os equipamentos, itens e materiais que serão usados na coleta. Ter tudo isso organizado de antemão ajudará muito na triagem das candidatas e a garantir que o processo será feito com agilidade e qualidade.

2. Assumir cuidados específicos na coleta

Durante a coleta, é importante que o banco de sangue garanta todas as condições básicas para que a doação seja feita, mesmo sabendo que ela provavelmente não será realizada em suas dependências, mas sim no setor de obstetrícia de algum hospital local. Por isso, muitos bancos de sangue enviam uma equipe para orientar os profissionais que farão o parto, para que o processo de clampeamento seja bem feito, bem como para evitar problemas que possam prejudicar a coleta (não “garrotear” os vasos do segmento do cordão umbilical na hora de acondicionar a placenta, usar a técnica correta para a coleta de modo a não contaminar o sistema fechado e por aí vai).

3. Agilizar o processamento pós-coleta

O processo pós-coleta do sangue no cordão umbilical deve ser feito com toda a agilidade possível. O ideal é que o material seja enviado para o processamento no mesmo dia da coleta. Idealmente, deve ser feito logo após a doação, caso seja possível.

Isso é importante pois cada hemocomponente no sangue coletado tem uma validade. Se o material não for processado por completo e congelado pelas técnicas adequadas, o conteúdo perde sua validade e a operação é um desperdício.

Além disso, é importante que o banco de sangue possa elaborar um programa de educação para ajudar a capacitar equipes obstétricas e enfermeiros em hospitais e clínicas parceiros. Isso ajuda a manter um padrão de normas positivas e processos que ajudarão a conservar cada vez mais a qualidade do material que pode ser coletado.

Como um bom software de gestão ajuda nessa área?

Como deu para ver, o ágil processamento dos recursos obtidos na coleta do sangue do cordão umbilical é essencial para garantir que a doação será aproveitada, bem tratada e usada para salvar vidas quando for usada. Afinal de contas, são milhares de pessoas que precisam dessas doações com frequência e são poucos doadores, o que faz com que esses recursos sejam muito preciosos.

O RealBlood é um software de gestão para bancos de sangue que é muito útil para quem vai trabalhar com a coleta de doações do cordão umbilical. Isso porque, além das suas funções normais muito importantes para uma operação da área, ainda conta com um módulo exclusivo para a coleta via cordão umbilical.

O módulo do software permite que o banco de sangue possa operacionalizar todas as fases da doação via cordão umbilical sem dificuldades. O programa conta com funções para registrar os participantes do contrato, criar os kits de materiais e medicamentos para todos, receber e registrar o material coletado, processá-lo, elaborar exames, cuidar do armazenamento e criopreservação, enviar e-mails para quem possa precisar do recurso e, então, dar a saída desse material para o seu uso ou estudos clínicos. Tudo isso com suporte ao padrão ISBT 128 e com registro de plataforma multi-empresa (empresa matriz e várias filiais, por exemplo).

E aí, se interessou pelo programa? Então, entre em contato com o nosso time comercial agora mesmo para saber como o RealBlood pode ajudar a sua empresa!

Rua Sete de Setembro, 01 - 2º Andar - Kobrasol, São José/SC
CEP. 88.102-030

Produtos

Contato

Contato

comercial@tdsa.com.br

Capitais e regiões metropolitanas

4000-1691

Demais localidades

(48) 3241-6991
(48) 3771-0100

ATENDIMENTO
4000-1691
WHATSAPP
(48) 99641-5711
E-MAIL
comercial@tdsa.com.br
CENTRAL DE VENDAS