fbpx
Central de Vendas 4000-1691 comercial@tdsa.com.br
Chamar no WhatsApp

Se você pensa em abrir clínica médica em 2021, saiba que esse é um importante momento para isso. Apesar de uma clínica ter certas limitações em tratar a pandemia do novo coronavírus, é fato que a doença deixa sequelas nos seus sobreviventes que ainda não são muito conhecidas pelos cientistas. Por isso, é importante que tenhamos maior capacidade para tratar as pessoas no futuro próximo, pois ainda lidaremos com os danos da Covid-19 por muitos anos.

Abrir uma clínica médica é um trabalho complexo, que exige um capital considerável e uma capacidade de lidar com a demanda acima da média. Por isso, é uma ideia mais recomendada para um grupo de médicos ou profissionais da área, todos unidos para fazer seus atendimentos e tratamentos. Isso não significa, claro, que seja impossível fundar uma clínica por conta própria, apenas que é mais difícil ter o volume de capital para contratações e estrutura dessa forma.

E aí, quer aprender como gerir e abrir clínica médica em 2021? Então siga a leitura do artigo!

Como abrir clínica médica em 2021?

Tenha um plano de negócios

O primeiro passo para conseguir abrir uma clínica em 2021 é ter um plano de negócios. Esse documento consiste em toda a estratégia comercial da empresa, incluindo seu público-alvo, seus serviços, plano de crescimento e muito mais.

O plano de negócios de uma clínica é, em outras palavras, um mapa que o empreendedor deverá seguir para alcançar os resultados projetados inicialmente. É claro que o planejamento pode mudar (e provavelmente irá!), já que as circunstâncias são alteradas constantemente. No entanto, é essencial ter um plano inicial para que as principais diretrizes sejam determinadas logo no início.

Entenda os requisitos legais para isso

Antes de pensar em um lugar para a clínica ou de começar a contratar funcionários, é essencial cuidar da parte burocrática do negócio. Afinal de contas, essa é a parte que mais leva tempo e, sem a qual, não dá para iniciar a sua operação. O ideal é contratar um contador especializado no assunto para que ele possa lhe orientar em relação a toda burocracia. 

Nesse sentido, uma clínica médica exige uma série de documentos distintos, como, por exemplo:

  • obtenção do CNPJ com a Secretaria de Receita Federal;
  • registo em Junta Comercial;
  • registro na Receita Estadual e na Prefeitura para obter a inscrição estadual e alvarás;
  • registro na Secretaria Estadual da Fazenda;
  • enquadramento em entidade sindical patronal;
  • cadastro na Caixa Econômica Federal;
  • cadastro na Vigilância Sanitária;
  • autorização do Corpo de Bombeiros;
  • alvará de funcionamento.

Isso é o básico, só para a clínica começar a funcionar. Ainda será necessário determinar um regime tributário adequado, preparar a gestão do negócio (software de controle financeiro, emissão de notas e muito mais), providenciar certificados digitais para teleconsultas e muito mais.

É verdade que se trata de uma enorme burocracia, mas é algo necessário, já que trabalhar com a saúde exige uma responsabilidade enorme. Portanto, tome algum tempo para cuidar disso tudo.

Encontre uma estrutura aceitável

Com a parte burocrática adiantada, é hora de pensar em uma estrutura para a sua clínica. Ela precisará de alguns requisitos básicos:

  • estar em uma terreno autorizado pela Lei de Zoneamento Municipal;
  • espaço o suficiente para criar diversos ambientes como recepção, banheiros masculinos e femininos, sala dos profissionais, consultórios e mais;
  • possibilidade de expansão;
  • flexibilidade para alterações internas;
  • cumprimento de todas as regras exigidas pelo Corpo de Bombeiros;
  • localização próxima a pontos de transporte público.

Adquira os equipamentos e insumos básicos

Para que a sua clínica médica comece a funcionar, é importante adquirir alguns equipamentos e insumos básicos. A lista completa do que comprar dependerá do seu plano de negócios e do tipo de serviço prestado. No entanto, o básico inclui todo o equipamento da recepção, banheiros e copa de apoio, além dos equipamentos que os médicos necessitam para atender os pacientes e fazer os tratamentos básicos.

Contrate pessoal para a clínica

Por fim, você precisará contratar o pessoal de apoio para a sua clínica médica, incluindo as recepcionistas, equipe de administração, limpeza, segurança, entre outros. Não esqueça de treiná-los para usar o software de gestão escolhido para o seu negócio.

Pronto! Essas são as dicas básicas para quem quer abrir clínica médica e gerir esse tipo de negócio do jeito certo. Seguindo o conteúdo, você tirará sua empresa do papel e conseguirá montar um sistema de atendimento capaz de lidar com um fluxo inicial básico de demanda, o que permitirá que sua clínica dê os primeiros passos. A partir daí, você deverá pegar no volante e conduzir sua empresa por uma estrada de crescimento.

Não esqueça que é essencial ter uma excelente gestão para fazer sua clínica crescer. Para isso, no entanto, é necessário um software que ajude nessa área. O programa mais completo do mercado é o RealClinic, capaz de atuar na área de atendimento, no controle financeiro e em várias outras demandas de sua empresa. Saiba mais sobre ele agora mesmo!

Rua Sete de Setembro, 01 - 2º Andar - Kobrasol, São José/SC
CEP. 88.102-030

Produtos

Contato

Contato

comercial@tdsa.com.br

Florianópolis

(48) 3241-6991

Rio de Janeiro

(21) 4062-7584

comercial@tdsa.com.br

São Paulo

(11) 4063-0845

Salvador

(71) 4063-9313

Porto Alegre

(51) 4063-7132

Brasília

(61) 4063-7839

ATENDIMENTO
4000-1691
WHATSAPP
(48) 99641-5711
E-MAIL
comercial@tdsa.com.br
CENTRAL DE VENDAS