fbpx
Central de Vendas 4000-1691 comercial@tdsa.com.br
Chamar no WhatsApp

Não dá para negligenciar a importância da tecnologia na Medicina. Afinal de contas, quanto mais os recursos tecnológicos avançam, melhor é a qualidade do diagnóstico e tratamento que podem ser oferecidos para as pessoas. Com isso, maior será a expectativa de vida e mais felizes as pessoas poderão viver. Em uma escala menor, quanto mais tecnologia, mais produtiva é uma clínica e melhores resultados ela tem.

Basta ver, por exemplo, o “pai da Medicina”, Hipócrates. Apesar de ter importância histórica inestimável para a Medicina, inclusive desenvolvendo as primeiras descrições clínicas de doenças que hoje conhecemos como pneumonia, malária e tuberculose, muitas das teorias e tratamentos pensados por Hipócrates estavam simplesmente errados. O avanço tecnológico permitiu, ao longo das eras, que a Medicina se aprofundasse e se tornasse mais eficaz.

Quer ver alguns exemplos de tecnologia na Medicina que temos atualmente e que poderemos ter no futuro próximo? Então, siga a leitura!

Tecnologia na Medicina: 5 exemplos

1. Inteligência artificial

Muito se fala sobre a presença da inteligência artificial na nossa sociedade. Livros, filmes e outras obras culturais já imaginaram como seria a vida quando a humanidade for capaz de criar seres com inteligência que ultrapassa (e muito!) a nossa.

No entanto, o uso de inteligência artificial na sociedade está longe de ser ficção científica. Você mesmo deve ter usado um exemplo dessa tecnologia para chegar neste artigo. Afinal de contas, você deve ser responsável por uma das mais de 100 bilhões de buscas que o Google recebe todos os meses, correto? O buscador mais popular do mundo é cheio de inteligência artificial.

Os algoritmos usados em todos os lugares hoje em dia são exemplos de Inteligência Artificial. Na medicina, esse tipo de tecnologia já é usada para fazer diagnósticos muito mais precisos com base em exames de imagens e no quadro clínico do paciente. Um exemplo é a pandemia do novo coronavírus, em que recursos de análises de imagem dos pulmões das pessoas permitiu diagnosticar a Covid-19 com muito mais agilidade.

2. Telemedicina

A pandemia também ressaltou outra tecnologia muito usada na medicina atualmente: a Telemedicina. Em outras palavras, a possibilidade de usar as telecomunicações para fazer atendimentos a pacientes.

Atualmente, as consultas médicas presenciais ainda estão em risco por causa da alta taxa de contaminação do novo coronavírus na sociedade. Enquanto os valores não caem, o mais recomendado para pacientes e médicos é manter as consultas digitais para evitar riscos de contaminação. Hoje em dia, dá até para fazer um receituário eletrônico para comprar mais facilmente os remédios.

3. Impressão 3D

Se os outros dois exemplos são realidades, esse ainda está engatinhando. No entanto, a perspectiva é que a impressão 3D seja uma mudança enorme no padrão de saúde no mercado.

Afinal de contas, com a ferramenta seria teoricamente possível imprimir órgãos completos para colocar no corpo. Esses órgãos poderiam diminuir a fila de pessoas esperando transplantes, além de mudar radicalmente alguns aspectos da sociedade.

Hoje em dia, já se estuda a possibilidade de próteses feitas via impressão 3D. Até onde essa tecnologia pode ir? É difícil saber.

4. Wearables

Você conhece alguém que usa um marca-passo? Então você conhece um exemplo de tecnologia wearable na medicina. Basicamente, esse tipo de recurso deve ser “vestido” pelo usuário ou atrelado ao seu corpo de alguma forma. Um exemplo clássico são os smartwatches, que monitoram constantemente os sinais vitais das pessoas e podem salvar vidas.

Além deles, existem muitos outros recursos que já podem ser usados e que ainda poderão ser utilizados no futuro. Eles permitirão que determinadas doenças sejam prevenidas, usando sempre a análise de dados para rodar diagnósticos em tempo real.

5. Business Intelligence

Por falar em análise de dados, é importante mencionar o business intelligence nessa lista. Sim: tecnologias administrativas e de informação também são válidas de mencionar neste artigo.

Afinal de contas, a gestão de uma clínica ou hospital é vital para garantir a performance de saúde. Pense, por exemplo, se uma clínica tinha problemas para gerenciar os agendamentos do dia. Isso poderia ser a diferença entre alguém ser atendido hoje ou só amanhã. Existem outros casos mais graves, como a perda de remédios e outros itens no estoque, e por aí vai.

Portanto, é essencial que o business intelligence comece a ser mais e mais usado na área médica. Ele poderá ajudar a gerar clínicas melhores administradas, com melhores resultados para os pacientes.

Como deu para ver, a tecnologia na Medicina não fica só restrita ao tratamento dos pacientes, mas também inclui a gestão completa das clínicas e consultórios médicos. Muitos podem ver essa questão como de menor importância dentro do contexto de saúde, mas não é assim. Afinal, uma má gestão da clínica pode resultar em falta de insumos para atendimentos, confusão financeira e outros problemas que impedem o médico de fazer seu atendimento da maneira certa.

Quer aprender mais sobre a análise de dados no setor de Saúde? Então, leia nosso artigo especial sobre o tema!

Rua Sete de Setembro, 01 - 2º Andar - Kobrasol, São José/SC
CEP. 88.102-030

Produtos

Contato

Contato

comercial@tdsa.com.br

Florianópolis

(48) 3241-6991

Rio de Janeiro

(21) 4062-7584

comercial@tdsa.com.br

São Paulo

(11) 4063-0845

Salvador

(71) 4063-9313

Porto Alegre

(51) 4063-7132

Brasília

(61) 4063-7839

ATENDIMENTO
4000-1691
WHATSAPP
(48) 99641-5711
E-MAIL
comercial@tdsa.com.br
CENTRAL DE VENDAS