Central de Vendas 0800 608 0170 comercial@tdsa.com.br
Chamar no WhatsApp

Vivemos em uma época em que a concorrência não para de crescer, independente de qual seja o segmento do qual estamos falando. A área médica não foge à regra, visto que novas clínicas e consultórios são abertos semanalmente por todo o país. Sendo assim, é preciso se destacar para conquistar novos clientes — e o marketing médico está entre as melhores formas de se fazer isso.

Se você nunca ouviu falar em marketing médico ou já o conhece mas não sabe exatamente como implementá-lo na sua clínica, o texto que a TDSA Sistemas preparou e trouxe hoje foi feito especialmente para você. Na sequência, nós explicamos melhor o que é o marketing médico e ainda te damos 4 dicas de como você pode usá-lo na sua clínica para melhorar os seus resultados.

Quer ter mais pacientes e ser mais encontrado pelo seu público em potencial? Então siga a leitura na sequência e confira como ter destaque através do marketing médico!

 

Entendendo o que é marketing médico

O próprio nome dado para esta prática já oferece uma ótima noção do que ela é. Pautado no marketing tradicional e direcionado especificamente para a área da saúde, o marketing médico inclui todas as ações que fazem com que um profissional ou um local sejam melhor percebidos pelo seu público, atraiam mais pacientes e, consequentemente, aumentem seu faturamento e obtenham mais lucros.

E é justamente por isso que ele é tão importante. Um bom médico pode, sim, ter uma base sólida de pacientes sem realizar práticas de marketing. Porém, é inegável que isso é muito mais difícil, sem contar que o médico em questão estará desperdiçando uma boa chance de ter ainda mais clientes e parceiros — algo que só o marketing é capaz de trazer com mais eficiência.

Vale citar: Diversos profissionais da saúde ainda se preocupam com questões relacionadas à regularidade da prática do marketing médico. Afinal, assim como em qualquer outra área de propaganda, existem ações consideradas saudáveis e outras não muito boas. Porém, a boa notícia é que o próprio Conselho Federal de Medicina (CFM) regulariza a prática e diz o que deve e não deve ser feito em ações de marketing médico. Todo o manual elaborado por ele pode ser visto neste link.

 

4 dicas para usar o marketing médico na sua clínica

Depois de saber o que é o marketing médico e as orientações do CFM em relação a ele, é importante entender como usá-lo. Acompanhe as dicas que separamos:

 

1. Dedique tempo a estudos na área

É impossível colocar qualquer ação em prática com eficiência sem entender por completo o assunto, não acha? E um marketing médico eficaz não se resume a fazer alguns posts nas redes sociais e pronto. Ainda que elas sejam, sim, importantes, é necessário contar com um planejamento estratégico por trás.

Portanto, dedique seu tempo e estude o máximo que puder. Existem diversos cursos online disponíveis a preços acessíveis — alguns até gratuitos.

 

2. Conheça bem o seu público

O primeiro passo de qualquer projeto de marketing (médico ou não), antes até mesmo de desenvolver uma estratégia, é conhecer o público que se quer alcançar. Afinal, não adianta passar a mensagem certa se ela estiver chegando nas pessoas erradas. Levando isso em consideração, dedique a mesma quantidade de tempo a conhecer e entender seu público.

Assim, você será capaz de falar a língua dele, além de direcionar seus esforços para mídias em que ele efetivamente está presente. Se o seu público for mais idoso, por exemplo, talvez apostar nas redes sociais não seja a melhor opção.

 

3. Produza conteúdo de alta qualidade

Atualmente, nós estamos na era do conteúdo. Afinal, o que você faz quando está com uma dúvida ou quer saber mais sobre determinado assunto? Pesquisa no Google, certo? É por isso que a produção de conteúdo de alta qualidade é tão importante. Quando seus clientes em potencial forem pesquisar sobre algum assunto da sua área de atuação, é você que eles irão encontrar caso você tenha o melhor conteúdo sobre da internet.

Quando eles efetivamente precisarem do serviço que você e seus concorrentes fazem, é de você que eles lembrarão — já que foi você quem os ajudou quando eles precisaram.

 

4. Use muito bem as redes sociais

Por fim, a utilização das redes sociais. Ainda que nós tenhamos dito que elas não são tudo, não há como negar que elas são muito importantes no processo. A principal dica para uma boa gestão de redes sociais é criar uma página (seja sua ou da sua clínica) e atualizá-la com certa regularidade.

Faça publicações informativas e interessantes e mantenha seu público bem entretido para ser lembrado por ele sempre.

 

E aí, já conhecia o marketing médico? Sabia das suas melhores práticas? Se você gostou deste texto e quer receber mais conteúdo assim, continue acompanhando a TDSA Sistemas no Facebook e no Instagram!

Rua Sete de Setembro, 01 - 2º Andar - Kobrasol, São José/SC
CEP. 88.102-030

Produtos

Contato

Contato

comercial@tdsa.com.br

Florianópolis

(48) 3241-6991

Rio de Janeiro

(21) 4062-7584

comercial@tdsa.com.br

São Paulo

(11) 4063-0845

Salvador

(71) 4063-9313

Porto Alegre

(51) 4063-7132

Brasília

(61) 4063-7839