Central de Vendas 0800 608 0170 [email protected]
Chamar no WhatsApp

comocontrolarasfinancasemsuaclinica

Não existe uma fórmula perfeita para ter sucesso e segurança financeira, mas há pontos fundamentais que devem ser levados em conta, e é isso que tentaremos passar para você neste artigo.

 

Como o próprio nome diz “controle” financeiro é o acompanhamento minucioso das finanças de um negócio. Mede o desempenho à partir de uma análise de dados e constata a saúde financeira de empresas. Ter um controle financeiro bem aplicado e assertivo, em uma clínica por exemplo, possibilita ao gestor o conhecimento situacional do estabelecimento expondo os resultados financeiros alcançados e demonstrando as possibilidades futuras para o negócio.

O controle sobre suas finanças é fundamental para a continuidade de sua empresa, sem ele seu negócio encontra-se a própria sorte sem saber para onde está indo ou aonde pode chegar. Fazendo a coordenação das atividades e avaliando a condição de sua clínica através de relatórios e dados que sugiram a rentabilidade de sua operação para você hoje, possibilita a você ter um conhecimento prévio das projeções possíveis e do encaminhamento de suas metas traçadas no planejamento do negócio. Controlar e observar suas finanças é preparar o terreno para fazer investimentos com segurança.

Mas como ter o controle para acompanhamento de suas finanças? Um dos primeiros passos para responder a essa pergunta é, ter o registro das informações a serem levadas em conta bem organizado e de fácil acesso por parte do gestor, quanto mais otimizada as informações estiverem melhor será para a análise situacional e para o planejamento de ações futuras na clínica.

Uma outra prática fundamental é fazer um orçamento anual, que é a estimativa do esperado baseando-se no histórico e na atual situação do negócio, lembrando sempre de levar em consideração as incertezas que podem ocorrer e em situações duvidosas espere ou se prepare para o pior para que o estabelecimento não venha a sofrer com surpresas financeiras negativas.

Reúna também, o maior número de informação possível, não deixe dados soltos, registre e monitore suas informações aliando-se a uma disciplina voltada ao controle do negócio, mas não tente fazer tudo sozinho, à softwares especializados em gestão de clínicas que podem te ajudar e até mesmo aprimorar seu controle financeiro. E por último determine um objetivo a se alcançar, e para não perder a motivação e renovar a visão na escalada para o crescimento defina também “sub-objetivos” a serem alcançados

 

Agora, para esclarecer de forma prática quais são os componentes básicos de um controle financeiro seguem os tópicos abaixo:

 

Fluxo de Caixa – Controla a movimentação de entradas e saídas em um determinado período de tempo. Serve para demonstrar com base em dados registrados a capacidade financeira que sua empresa possui. Muito mais que apenas cadastro de números da operação, é um apoio ao planejamento, pois acompanha toda a circulação das finanças dentro da clínica e apresenta uma previsão de seu resultado final, contando com históricos e conhecimento da situação atual para gerar informações, aumentando assim, a segurança para a tomada de decisão e diminuindo as chances de erro em ações de risco.

Contas a Pagar e Receber – Identifica as obrigações em suas finanças. Controlando o prazo de recebimento e cumprimento de pagamentos faz uma gestão integrada de suas contas a pagar e receber junto ao fluxo de caixa possibilitando uma facilidade na gestão do negócio, pois identifica prioridades e necessidades de uma tomada de ação antecipada a situações, prevenindo o descumprimento de prazos a recebimento de retornos.

Capital de Giro ou Ativo Circulante – É o recurso financeiro necessário para manutenção das atividades operacionais diárias. O capital de giro é uma reserva que se renova dinamicamente e deve possuir uma atenção especial na administração financeira. Um capital de giro gerenciado de forma eficaz irá lhe trazer uma visão realista de suas prioridades e limitações na operação, podendo até resultar em uma independência bancaria na necessidade de eventual crédito para financiamento da operação. Por isso, a gestão de seu capital de giro é um processo importante no controle financeiro de sua clínica.

Faturamento – O faturamento demonstra os números e conquistas financeiras no mês, o acompanhamento assim como a organização do processo de faturamento tendem a impulsionar o seu negócio pois é um processo determinante e fundamental para a saúde e para o sucesso de sua empresa. Faça com precisão e atenção, mas tome cuidado para não largar tudo e se apegar somente ao faturamento da sua clínica.

 

Com um controle bem otimizado desses processos será possível determinar um ponto de equilíbrio financeiro do negócio e assim avaliar o real lucro obtido pela clínica.

 

DIFERENÇA DE UM ERP DE SAÚDE E UM SOFTWARE BÁSICO

Softwares ERP são configurados pelos usuários para que se alinhe ao modelo de negócio que a clínica utiliza enquanto um software básico atua apenas…

O resultado da aplicação destas dicas deve ser uma gestão segura, com um controle financeiro eficiente que gera tranquilidade no processo de crescimento da clínica. Diminuindo os gastos desnecessários e possibilitando um olhar prévio muito assertivo do retorno que um investimento gerará, falamos de ROI em um de nossos artigos, e um apoio na tomada de decisão de em o que investir.

O RealClinic dá suporte e apoio a todo o fluxo financeiro de sua clínica, acompanhamento do fluxo de caixa, contas a pagar e receber, repasse médico, trazendo relatórios configuráveis e um acompanhamento aproximado da movimentação e situação atual financeira da clínica.